12 Lições que aprendi em 3 anos como CTO em uma Startup

Nader Fares
3 min readNov 27, 2020

Nos últimos 3 anos, exerço o cargo de CTO em uma empresa americana do ramo da música com crescimento muito acelerado chamada BeatStars. Isso me fez refletir sobre alguns aprendizados que tive nesse desafio.

  1. Pessoas
    As pessoas vêm primeiro. Reserve um tempo para conversar sempre que necessário, mesmo em momentos intensos, e procure relacionamentos reais. Crie confiança e cuide genuinamente das pessoas.
  2. Desconhecido
    É melhor encontrar a satisfação no processo de descoberta e se interessar por coisas novas do que ser resistente à mudança. Não pense que você já sabe tudo ou que tem muito pouco para aprender.
  3. Ritmo
    Sabe aquele velho ditado de que mar calmo nunca fez bom marinheiro? Pois é, é em meio às ondas gigantes que aprendemos, de fato, a navegar. Depois de longas noites debatendo com o meu CEO, que é um sedento homem de negócios aprendemos juntos que é importante encontrar um bom equilíbrio entre mar calmo e mar agitado.
  4. Direção
    A direção deve ser definida de forma clara o suficiente para que todos entendam e possam avançar rumo à meta facilmente. Se houver muitas distrações no dia a dia, ou as pessoas estão desmotivadas, ou os seus objetivos não estão claros.
  5. Meta
    Metas ambiciosas são ótimas para inspirar, mas só funcionam bem se você comunicar desde o início que a empresa deseja perseguir objetivos grandes. Se alguém novo entrar na equipe, é super importante deixar isso bem claro.
  6. Falha
    O fracasso não é bem recebido por algumas pessoas. Crie um ambiente de equipe onde todos se sintam seguros para falhar e aprender com isso. Mas que a responsabilidade do resultado seja coletiva.
  7. Riscos
    Reduza os riscos e encontre um nível confortável para todos. Trabalhe todos os dias na redução de riscos criando uma estrutura de trabalho onde os bloqueadores são identificados e eliminados com frequência.
  8. Decisões
    Encontre uma maneira de frequentemente envolver a sua equipe nas decisões, de forma que todos possam contribuir e se sintam responsáveis pelos resultados.
  9. Tempo
    Sempre que algo novo surgir, pense no momento certo para fazer uma jogada e estabeleça um prazo. A outra maneira é simplesmente “dizer não” o mais rápido possível. Uma pilha de itens não resolvidos não é uma boa opção.
  10. A Regra do Foguete
    Um foguete consome mais energia quando está mais próximo do solo, mas uma vez que sai da atmosfera tende a usar menos energia para acelerar. Uma startup tem muita gravidade e atrito associados à sua natureza devido à quantidade de coisas que precisam ser descobertas. Aproveite a viagem instável de deixar a Terra e dê o seu melhor para que todos pousem mais tarde, em segurança.
  11. Não Reinvente a Roda
    A tecnologia está sempre mudando e há várias empresas focadas em resolver problemas específicos que talvez não seja o núcleo do seu negócio. Na maioria das vezes é mais barato e eficiente chamar o encanador do que tentar consertar a pia você mesmo.
  12. Comemore
    Sempre que algo for entregue, comemore a conquista. Não deixe cair na zona do “já é tarde demais”. Todos buscam um nível de reconhecimento e também as comemorações são uma forma muito positiva de conscientizar a empresa sobre o que está acontecendo.

--

--

Nader Fares

Nader is a seasoned technologist and CTO with expertise in Agile methodologies, SDLC, cloud services, and innovation-driven growth.